CAPA     NOTÍCIAS      FOTOS     VÍDEOS    CLASSIFICADOS    CONTATO

        

Categorias
 

Chapadão do Sul: Acidente ceifa vida de dois policiais civis na BR 060

Foto: Brito News

 Por volta das 15h desta segunda-feira(13) na rodovia BR 060, próximo ao viaduto da Ferro Norte em Chapadão do Sul (MS), uma viatura volkswagen Amarok, da Polícia Civil de Paraíso das Águas, [recentemente doada pelo Núcleo de Operações Táticas e Investigativas do Interior – NOTTI], com quatro policiais, seguia sentido Paraíso das Águas – Chapadão do Sul, quando, de acordo com testemunhas, o condutor do veículo Amarok, Anderson Ibanez Neves, de 33 anos, teria perdido o controle, colidindo frontalmente com uma carreta carregada de soja, que seguia sentido Chapadão do Sul – Paraíso das Águas. A equipe de policiais estavam se deslocando de Paraíso das Águas para Chapadão do Sul para auxiliar no reforço após uma suspeita de rebelião naquela delegacia.

O motorista da carreta estava muito abalado e relatou à nossa reportagem o que presenciou, segundo ele, fez o que pode para desviar da viatura, que estava descontrolada sob a pista, “percebi que ela vinha de lado, tirei o máximo que deu, mas infelizmente acabou colidindo”, relatou.

Os investigadores de polícia: Jardes Diego De Souza Mônaco, de 28 anos e Gilberto Rodrigues Fernandes, de 40 anos, não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Gilberto chegou à ser socorrido e realizada pela equipe de resgate, sua reanimação – sem sucesso.

O investigador Euler Martins, de 31 anos, que também estava a bordo do veículo, sofreu ferimentos graves, foi socorrido e encaminhado ao Hospital Municipal de Chapadão do Sul, com suspeita de hemorragia. No fim da tarde ele passou por um procedimento de drenagem e aguarda estabilidade para remoção para Campo Grande (MS). A Unidade de Terapia Intensiva – UTI de Paraíso das Águas e a Drª Vanessa Augusta também acompanhará a vitima até a capital.

O condutor do veículo Amarok, o investigador Anderson Neves, sofreu ferimentos graves e foi transferido de avião para um hospital da capital, no início da noite desta segunda-feira.

Por volta das 17h, chegaram no local uma equipe da Polícia Rodoviária Federal – PRF e da Perícia de Paranaíba (MS), quando foi liberado o corpo do investigador Jardes.

Os corpos de Jader e de Gilberto (Giba), estão sendo transladados para o Instituto Médico Legal (IML) de Coxim (MS), de onde será liberado para os velórios. O corpo de Gilberto será velado em Rio Verde (MS) e de Jader em Campo Grande (MS).

No local do acidente um grande número de viaturas de forças policiais, bombeiros, equipes de policiais de Costa Rica, Chapadão do Sul e Paraíso das Águas. O juiz de direito Dr. Silvio Prado esteve no local prestando condolências aos amigos policiais e se colocando à disposição no que fosse preciso.

Houve um extenso congestionamento de quase de 10 quilômetros, nos dois sentidos. Os veículos envolvidos no acidente ficaram em meio à pista, bloqueando a passagem dos demais veículos.

Um trator de uma fazenda vizinha ao local, colaborou desatolando alguns veículos que passavam por uma vicinal. A UTI de Paraíso das Águas sem acesso, teve que trafegar por uma estrada de terra, lateral à rodovia e acabou ficando atolada, logo, veio o apoio de populares e do trator que conseguiu desatola-la.

JADER

O investigador Jader estava noivo e mudou-se recentemente para Paraíso das Águas com sua noiva, que se encontra muito abalada e consternada. Ele foi um dos primeiros a compor a equipe de policiais civis em 2015.

GILBERTO ‘GIBA’

O investigador Gilberto deixa a esposa e dois filhos menores. Hoje sua filha mais velha está comemorando aniversário de 13 anos. Mudou-se há poucos dias de Rio Verde para Paraíso das Águas. Sua esposa é professora e está muito abalada com a tragédia. Eles tinham muitos planos na nova cidade que haviam escolhido para residir e ser feliz. Em 2012 foi candidato ao cargo de vereador em Rio Verde (MT).

CONSTERNAÇÃO

O escrivão de polícia Luciano Morel, ao receber a notícia se deslocou para o local, onde permaneceu até ser amparado pelos amigos policiais e conduzido ao hospital municipal, onde estavam internados seus dois amigos Euler e Neves. Luciano estava inconformado e muito emocionado com a perda de seus companheiros, amigos e “irmãos” como eram chamados. “Todos nós somos uma família, não acredito que isto está acontecendo”, disse emocionado.

Em Paraíso das Águas os familiares da vítimas eram amparados pelos amigos próximos. Uma tragédia que comoveu a cidade e deixou todos abalados.

O prefeito Ivan da Cruz Pereira – o Xixi-  em sua página no Facebook lamentou a morte e decretou luto ociail. A página da Câmara Municipal de Vereadores também manifestou condolências e os vereadores suspenderam a sessão desta segunda-feira.

“Fizeram muito por nossa cidade, pela segurança de nossa gente, morreram como heróis. Meus sentimentos em nome de toda a nossa população”, frisou Ivan xixi (por telefone).

Fonte: Brito News

 

Aporé em Foco |  Todos os Direitos Reservados, Lei de Imprensa, nº 5.259/1967.