CAPA     NOTÍCIAS      FOTOS     VÍDEOS    CLASSIFICADOS    CONTATO

        

Categorias
 

Ronaldo Caiado: DEM e PMDB terão nome único ao governo

 

O senador e presidente estadual do DEM, Ronaldo Caiado, afirmou que o seu partido e o PMDB estarão juntos na disputa pelo governo de Goiás nas eleições de 2018, a exemplo do que ocorreu em 2014 e 2016. “Vou perseguir o caminho trilhado em 2014 e 2016, ou seja, a aliança do DEM com o PMDB. Diante do esfacelamento da base do governo, temos que aglutinar, nesta hora, a oposição”.

Questionado sobre quem seria o candidato a governador – ele ou o deputado federal Daniel Vilela – , Ronaldo Caiado disse que, em uma eleição majoritária, não há como “impor nomes a ferro e fogo”. E acrescentou: “É preciso aglutinar, somar forças, agregar valores e lideranças, buscar a representatividade de um conjunto de partidos que se coligam com um objetivo de se alcançar o poder baseado em um projeto”. Ele disse que o nome da aliança DEM/PMDB vai surgir, mas no “momento apropriado”, nas convenções de 2018.

Ronaldo Caiado deixa claro que, em se tratando de uma disputa para governador, não existe: “Eu quero ser”. Ele lembra que a experiência política, com “vitórias e derrotas”, ensina a necessidade de se buscar a convergência e o consenso para consolidar uma candidatura ao governo e, mais que isso, alcançar a vitória nas urnas em 2018.

Caiado descartou a possibilidade de sair candidato a governador por uma chapa que não tenha o PMDB em 2018. “Não existe este cenário para 2018, uma artimanha do atual governo para dividir a oposição. Foi como ganhou as últimas eleições em Goiás”.

O senador participou, na última quinta-feira, de reunião com a cúpula estadual do PMDB, quando ficou acertado se construirá uma agenda, com a participação do DEM, de mobilização das lideranças na construção do projeto da oposição à sucessão estadual de 2018. “Não existirão duas candidaturas ao governo no grupo DEM/PMDB, que não pode, de forma alguma, disputar a eleição dividido. É um grupo que tem de ser preservado, que tem tudo para ganhar a eleição no Estado”.

Definição de nome

O senador do Democrata, que não esconde o seu desejo de governar o Estado de Goiás, deixa claro, em entrevista ao Diário da Manhã, que a definição do candidato ao Palácio das Esmeraldas, pela oposição, só ocorrerá em agosto do ano eleitoral, quando os partidos realizarão as convenções. “Antes desta data, não haverá escolha de nomes, apenas o debate intenso com as lideranças municipais e com as militâncias partidárias”.

Caiado disse que a pesquisa não é o único critério para a escolha do candidato da oposição ao governo de Goiás, pois, segundo ele, é preciso ouvir o conjunto dos partidos, das lideranças municipais, da sociedade organizada. “É preciso ampliar o debate ao máximo para buscar a convergência.

 

Fonte: Diário da Manhã

 

 

 

 

Aporé em Foco |  Todos os Direitos Reservados, Lei de Imprensa, nº 5.259/1967.